"Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade."
10
mai2010

Por que ir à Igreja?

13
abr2010

Satisfação à Igreja

28
ago2009

Sempre Família

27
mar2009

Meu Testemunho

Minha saída da igreja onde me converti não aconteceu por rebeldia nem por quaisquer razões pessoais. Muito pelo contrário. Antes de sair conversei com o bispo Tito Oscar e lhe falei da minha disposição em ganhar almas. Até então não fazia nada na igreja. Apenas, por conta própria, alguns trabalhos evangelísticos em hospitais e nas ruas.

Pedi ao bispo que me desse a oportunidade de auxiliar meu cunhado bispo Jorcelino em Teresópolis. Mas ele não permitiu.

Diante de sua decisão, não me restou outra opção senão me excluir da igreja e começar a buscar almas em qualquer lugar.

Era membro daquela igreja durante mais de oito anos. Batizado nas águas e no Espírito Santo, vivia uma vida pautada na Palavra ali aprendida. Lá conheci a Ester e casamos. Lá foram apresentadas nossas filhas Cristiane e Viviane. Lá congregávamos às quartas e domingos fielmente.

Ao sair daquela igreja não reclamei de nada. Até porque não havia razão para isso. Muito pelo contrário, porque mesmo deixando aquela congregação mantive ótimo relacionamento com todos os seus bispos e pastores, mesmo lá fora.

Não saí revoltado nem procurei levar irmãos e amigos que lá deixei. Nem mesmo minha mulher e as crianças me acompanharam.

Saí só, mas com uma certeza: o Espírito de Deus era comigo.

Lembro do apóstolo Paulo quando foi enviado aos gentios. ( Gálatas 1.15-17 )

Hoje em dia, alguns têm saído do nosso meio cheios de ódio e revolta. Por quê? Saem porque não eram de Deus. Se o fossem não sairiam.

Mas Deus os permite sair para que construam suas próprias “igrejas” e assim carreguem consigo os demais que têm o mesmo espírito.

Dessa forma deixam nosso fardo muuuito mais leve.

Graças a Deus!

14
dez2008

Ministério Sagrado

Por que o trabalho de todos os pastores não desenvolvem de igual maneira, já que todos supostamente têm o mesmo Espírito?

R.: Poderíamos enumerar muitas razões. Mas a mais evidente é a falta de dedicação, de sacrifício ou de entrega total.

Qualquer que seja a profissão ou tarefa a ser feita por alguém exige sua dedicação completa e total. Se isso faltar então o desenvolvimento do seu trabalho estará comprometido.

Competência, conhecimento, sabedoria e tudo o mais fica neutralizado diante da falta de empenho total.

O mesmo se dá com o servo de Deus. Não adianta ser batizado com o Espírito Santo e saber fazer a Obra de Deus se não houver de sua parte dedicação.

Dedicação significa continuidade, perseverança. A Obra de Deus depende da perseverança da fé para combater o trabalho perseverante do destruidor de vidas. Aliás, não é só a Obra de Deus, não! A própria salvação depende de perseverança na fé.

O Senhor Jesus disse:

"Quando o valente, bem armado, guarda a sua própria casa, ficam em segurança todos os seus bens. Sobrevindo, porém, um mais valente do que ele, vence-o, tira-lhe a armadura em que confiava e lhe divide os despojos." ( Lucas 11 21,22 )

Quem é o valente bem armado? O diabo.

E quem é o mais valente do que ele? O servo de Deus!

Quem é a sua própria casa? O ser humano.

O servo de Deus está devidamente habilitado pelo Espírito Santo para sobrepor o valente e arrancá-lo daquela “casa”. Mas tem de lutar! Tem de trabalhar! Tem que se dedicar de corpo, alma e espírito! A vitória sobre o mal não é automática e nem se faz na base de mágica.

A salvação exige o sacrifício da fé...

7
dez2008

Igreja do Fogo

Igreja do Fogo

A Igreja do Espírito é Igreja do Fogo. Se não há fogo é porque falta o Espírito de Deus.

Aliás, essa é a situação espiritual de muitos cristãos. Se estão mornos ou frios, é devido à falta de calor. Mais precisamente, falta do Fogo de Deus.

Mas por que falta o Fogo? Falta Fogo porque falta combustível.

Quando foi que o Fogo de Deus desceu sem ter havido sacrifício?

Não há o Fogo enquanto não houver o sacrifício, assim como não há novo nascimento ou nova vida enquanto não houver a morte do eu para o mundo!

"Crê no Senhor e serás salvo" implica muito mais do que simplesmente aceitá-Lo como Salvador ou acreditar na Sua existência.

Tal crença trata de renúncia da própria vontade em benefício da vontade de Deus.

É o que o Senhor Jesus ensina, quando diz: …se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica só; mas, se morrer, produz muito fruto. João 12.24

É tudo por tudo ou nada por nada!

É toda a vida infeliz por toda a vida abundante prometida!

Se não houver a entrega total e incondicional, nada feito…

Se você crê no Senhor Jesus e pensa que isso é suficiente, conte quantos têm estado à sua volta também crendo e comendo o mesmo pão-nosso de amargura…

3
dez2008

Qual sua igreja?

Qual sua igreja?

O Reino de Deus é feito de ordem e disciplina. Como corpo do Senhor, a Igreja (Reino de Deus na Terra) é formada pelos nascidos do Espírito Santo, lotados em diversas denominações evangélicas.

Esse corpo perfeito funciona de forma harmoniosa e rigorosamente de acordo com o Cabeça. Nele não há indisciplina, rebelião, insubmissão, insulto ou coisa parecida. Antes, cada membro funciona em sintonia com o outro em submissão e amor.

Todos trabalham por uma única causa: o desenvolvimento do Reino de Deus no mundo.

Ao afirmar que as portas do inferno não prevaleceriam contra Sua Igreja, o Senhor Se referia à Igreja Espiritual.

Ela é totalmente distinta da igreja institucional (igreja denominacional).

Enquanto a Espiritual serve ao Cabeça – Senhor Jesus Cristo - a institucional trabalha pela sua própria causa.

São muitos os conflitos de interesses entre os membros das igrejas institucionais. Cada um puxa a brasa para sua própria sardinha. E a carne impera livremente.

Dissensões, facções, difamações, calúnias e mentiras fazem parte do triste quadro das diferentes comunidades chamadas cristãs. E isto só acontece porque seus membros jamais nasceram de novo. E não nasceram de novo porque não morreram para o mundo...

…se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. (João 12.24)

E o pior é que esses nascidos da carne ainda dificultam a entrada dos que querem entrar no Reino de Deus (Igreja Espiritual).

Usam a Bíblia e o Nome de Jesus à vontade...

Todo o cuidado com o fermento deles é, no mínimo, obrigação na defesa da salvação eterna.

 

Que o Senhor Jesus os abençoe!

Palavra Amiga
Idiomas
Pesquise outros posts
Clique em curtir e seja um Fã no Facebook
Assine nossa newsletter!
Cadastre-se e receba diariamente todas as novidades do blog:
* obrigatório
Universal.org
Siga-me no Twitter
Canais Oficiais
Ganhe almas! Divulgue no seu site
 
O pão nosso para 365 dias
arcacenter.com.br
Últimos Comentários
www.bispomacedo.com.br - © Copyright 2014 - Blog do Bispo Edir Macedo