"Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade."
20
abr2013

Força, força, força…



Amei seu testemunho, Leandro.

Pois através dele pude perceber como sou uma pessoa vazia da presença de Deus e cheia de regras gramaticais que não me ajudam em nada.

Cresci sendo pressionada pelos meus familiares a falar corretamente, andar com postura, sentar como uma donzela, pegar os talheres com elegância, ser uma mulher culta, mas não me ensinaram que a verdadeira felicidade está no Senhor Jesus. Não me ensinaram que não são os cursos, nem faculdade, nem trabalho, que podem me fazer feliz de verdade.

Mas o seu testemunho me ensinou.

Me ensinou que eu tenho que me entregar de fato e de verdade para o Senhor Jesus; me ensinou que não adianta eu ser cheia de conhecimentos, sabedoria e ter uma educação "erudita", se dentro de mim estiver vazia da presença de Deus. Seu testemunho me fez repensar na minha vida espiritual.

Ler seu testemunho hoje me fez ver que Deus não quer orações formosas em palavras. Deus quer simplicidade, sinceridade e uma verdadeira entrega. Deus usou seu testemunho para me ajudar e me libertar de todo orgulho.
Que Deus o abençoe abundantemente.

Fernanda

****************************************************************************************************************

Leandro, eu e minha família sabemos bem o que você quer dizer com todo esse sofrimento. Meu esposo está preso a menos de 5 meses, e fomos ao fundo do poço. Somente quem viveu ou vive essa situação sabe o que é estar do outro lado de um presídio: é o inferno. Meu esposo é acusado de algo que não fez; a dor é muito grande, mas a presença de Deus, a crença em Sua Palavra, é tudo o que temos.

Somos tão nada, estamos tão indefesos e sem ninguém pra lutar por nós, somente os da FÉ.

Estamos totalmente na dependência de DEUS. Somente ELE pode nos socorrer.
Maria Braga

****************************************************************************************************************

Eu busco em Deus a libertação do meu irmão de 19 anos, que está envolvido no tráfico. Eu não sei se estou errada, mas peço a Deus que ele não seja preso. Seria muito sofrimento vê-lo preso.

Faço todas as campanhas pela família voltadas para ele. Levo fotos e faço orações diárias por ele. O meu coração chega a doer quando penso no pior. Ele é mais que um irmão pra mim, eu o amo como meu filho.

Às vezes me pergunto por que Deus permitiu que isso acontecesse, por que eu estou passando por essa luta.

Eu cheguei a levá-lo várias vezes na igreja, e por que Deus não falou com ele? E se falou, por que ele continua no crime? São tantos porquês.

Mas eu confio no Senhor Jesus incondicionalmente, acima de tudo, plenamente. Deus é a minha força, o meu refúgio, a minha fortaleza, é o meu único Senhor. Sem ele eu não teria forças pra enfrentar o que estou vivendo. Eu amo esse Deus.

Wanderleia Lana

****************************************************************************************************************

Muito forte realmente esse testemunho.

Todas as vezes que converso com uma mãe que tem um filho preso, ou um ente querido, falo: "Dona, dê graças a Deus pelo seu familiar estar preso, pois lá na prisão ele tem a oportunidade de se arrepender do seu mau caminho e se voltar para o Senhor Jesus. Se ele estivesse solto, poderia morrer e iria direto para o inferno, e lá não há mais chance de se arrepender!!!"

Rosana Batista

****************************************************************************************************************

Bispo Macedo,

Hoje queria compartilhar com todos a minha experiência com Deus, o dia que pude dizer “Ah, que dia!”

Nesta quarta-feira fui até a Universal aqui na Osório meio desanimada. Quase 1 ano de igreja vendo todos recebendo o Espírito Santo e só eu não. Foi neste dia que cheguei lá triste, precisando desabafar.

O pastor chamou todos à frente, ele até começou a reunião de um modo diferente das outras quartas. Então fomos, e na hora da busca pude desabafar com meu Deus, e no momento que desabafava, chegou um momento que comecei a chorar mais de tristeza, mais de alegria, uma certeza de que Deus era comigo. Sem palavra eu falava com Deus, mas sabendo que me ouvia. Então fui batizada com o Espírito Santo, tive um novo nascimento. Não foi como eu imaginava. Não foi com emoção, nada!
Foi espiritual mesmo, uma experiência sem igual, sem palavras.

Às vezes até vem aquele pensamento: “Será que fui mesmo?”
Mas há uma certeza dentro de mim.
Hoje agradeço a todos aqueles que me ajudaram, principalmente a Deus e aos obreiros que confiavam em mim, acreditavam que eu iria conseguir.

Obrigado, meu Deus, por esta mudança!

Jessica Marques – Bagé (RS)

****************************************************************************************************************

Estou aqui para relatar minha experiência com Deus. Sou jovem e já fui candidato a obreiro, porém, sem ter a certeza de que eu era batizado com o ESPÍRITO SANTO. Estava afastado e não tinha forças para voltar, mas em uma sexta-feira me revoltei. Confesso que antes de ir à reunião tinha até usado drogas. Especificamente maconha, pois achava que as reuniões demoravam.

Foi quando eu entrei, e na hora da oração forte de libertação, um obreiro muito usado por DEUS orou por mim, e logo depois me disse: “Cuidado, o diabo quer te matar na esquina com um tiro!” E disse mais. Ele falou assim: “E você sabe que não sou eu quem está falando.”

Na mesma hora houve um choque dentro de mim, e algo me dizia que não era aquele obreiro, mas sim o próprio DEUS.

Bom, saí da igreja e fui para a casa de uma moça que namorava um colega meu. Lá usamos entorpecente (tiner) e esse colega tinha envolvimento com os espíritos. Bom, meu tiner tinha virado água. Foi aí que começou meu despertar da fé. Achei estranho. Peguei o tiner do meu colega e cheirei, e ele me disse: “O ‘Sete Catatumbas’ não quer que você cheire meu tiner", mas já o tinha feito.

Foi quando veio sobre mim um terror enorme, parecia que eu estava indo para o inferno e corria pra lá e pra cá na casa, como louco, pedindo misericórdia e compaixão a DEUS. Foi quando agarrei no braço da moça que estava com uma fitinha do grupo jovem e voltei à vida novamente. Que pesadelo, que experiência amarga passei! Nunca vou esquecer. Hoje eu sei o que uma alma sente quando perde a Salvação. Voltei pela misericórdia de DEUS, e no domingo fui à igreja, mas dessa vez com todas as forças, e quando o senhor levantou as mãos e ministrou o ESPÍRITO SANTO, ELE veio com tudo e inundou todo o meu ser. Não contive as lágrimas, pois foi muito forte. E agora chegou minha vez de dar o troco a Satanás, com todos os juros que o desgraçado merece!

Pedro Alan

***************************************************************************************************************

Olá, bispo!

Estava lendo, como sempre faço, o seu blog. Não consigo acreditar que não recebi o Espírito Santo! Fiz o Jejum, fiz o voto, e nada! E aí vejo uma pessoa que chegou no fim do Jejum e recebe o Espírito Santo, e eu, simplesmente, fico a ver navios...
Eu quero o Espírito Santo mais do que tudo, mas Ele não vem!! Por quê???
Já falei pra Deus um milhão de vezes que eu entrego minha vida inteira, mas nada acontece!
Faço tudo certo. Fico longe das más amizades, leio a Bíblia, oro, e nada. Gostaria que me orientasse. Tenho certeza de que ajudará muita gente.
Obrigada.

Amiga

***************************************************************************************************************

Olá, bispo!

Desde pequena meu pai me ensinou que o mundo foi criado pelo Big Bang e que Deus era só um personagem criado pelas pessoas para depositarem seus problemas.

Cresci com essa ideia. Não tive nenhum ensinamento de Deus em minha casa. Por esse motivo, quando cresci, meu pai se orgulhava de mim e dizia que eu seguiria seus passos – pai e filha, ambos ateus.

Sempre tivemos uma vida estabilizada financeiramente, porém nada explicava o profundo vazio que eu sentia em minha alma, o que me fazia andar de preto, ouvir músicas depressivas e chorar a noite toda.

Foi quando perdi uma aposta e fui parar na Universal. No começo, meu pai achava que eu não iria muito longe com isso, afinal era só uma visita. Mas, quando comecei a mudar e ir à igreja sempre, ele simplesmente ficou 3 meses sem falar comigo.

Mesmo com lutas e sem ninguém ao meu lado fisicamente me apoiando, segui em minha fé e tive um verdadeiro encontro com Deus!

O Jejum de Daniel faz isso: afasta você do mundo e o aproxima de Deus. O faz dependente, não do seu pai ou mãe ou pastor ou bispo, e sim de Deus!

O Jejum de Daniel me renovou!

Ah, que dia!!!

Maira


Palavra Amiga
Idiomas
Pesquise outros posts
Clique em curtir e seja um Fã no Facebook
Assine nossa newsletter!
Cadastre-se e receba diariamente todas as novidades do blog:
* obrigatório
Universal.org
Siga-me no Twitter
Canais Oficiais
Ganhe almas! Divulgue no seu site
 
O pão nosso para 365 dias
arcacenter.com.br
Últimos Comentários
Site do Templo
Anúncios
www.bispomacedo.com.br - © Copyright 2014 - Blog do Bispo Edir Macedo