"Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade."
16
abr2013

O Espírito da Mulher de Deus



Querido Pai,

Eu tenho muitas coisas para lhe dizer sobre domingo, de como fui abençoada, renovada, avivada, e apreciada diante de Deus. Mas hoje gostaria de lhe dizer o quanto me orgulhei de você, ao vê-lo ao lado da mamãe e da Vivi no Monte Hermon.

Sabe pai, meus olhos se encheram de água, pois foi como se Deus estivesse valorizando a mulher diante de toda a Sua Igreja. Você quis saber a opinião delas, você quis ouvir o que elas tinham a dizer e, para mim, é como se todas nós mulheres estivéssemos ali naquele Monte Santo, sendo ouvidas também.

Por mais que nós já saibamos do nosso valor diante de Deus, são nesses pequenos grandes gestos que vemos esse valor sendo reforçado. Para mim, foi o melhor momento da reunião de domingo! Pois vi o quanto nós somos importantes para Ele em sua Obra, o quanto o Espírito Santo almeja nos usar. E se simplesmente conseguíssemos enxergar o nosso próprio valor: o de auxiliadora, que ajuda, contribui, acrescenta, incentiva e dá o equilíbrio que o homem tanto precisa, faríamos o nosso papel direitinho com a direção dEle.

Aliás, Deus nos deu a mesma posição do Seu Espírito: a de Auxiliadoras! E mesmo que o Espírito Santo esteja SUJEITO ao espírito do homem, o homem sábio ouve a Sua Voz. Isso quer dizer que se o Espírito de Deus, que é MAIOR que nós, meros humanos, Se sujeita a nós em ser nosso AUXILIADOR. Então, por que a mulher, que é igual ao homem, não vai fazer o mesmo? Só a insensata que se recusa a auxiliar! Essas querem ser auxiliadas pelos homens e por isso são frustradas, amargas e vivem na solidão. Elas mesmas se anulam!

Ah, que dia!

Hoje posso dizer o quanto aprecio ser uma mulher de Deus. Nunca mais me deixarei ser anulada, pois quem se anula, anula o Espírito que há nele também. Obrigada por sempre ter valorizado a mamãe, por valorizar a mulher sempre em tudo!

A mamãe pode não estar fazendo eventos ou estar envolvida em projetos, mas ela sempre esteve ao seu lado, sempre deu opinião e sempre foi valorizada por você. Você nunca a anulou. E, como você, meu marido tem me valorizado também, o que me permite ser a auxiliadora que eu nasci para ser.

Ah, que prazer é ser o que nascemos para ser!

Se todos os homens fizessem isso, suas mulheres reconheceriam seu valor também e trariam para eles o prazer de ter uma auxiliadora ao lado.

Mas, enquanto isso não acontece, fica aqui a minha apreciação a todos aqueles que têm feito isso por nós. E você pai, é um deles!

Na fé!!!


Palavra Amiga
Idiomas
Pesquise outros posts
Clique em curtir e seja um Fã no Facebook
Assine nossa newsletter!
Cadastre-se e receba diariamente todas as novidades do blog:
* obrigatório
Universal.org
Siga-me no Twitter
Canais Oficiais
Ganhe almas! Divulgue no seu site
 
O pão nosso para 365 dias
arcacenter.com.br
Últimos Comentários
Site do Templo
Anúncios
www.bispomacedo.com.br - © Copyright 2014 - Blog do Bispo Edir Macedo