"Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade."
21
fev2012

Quem pergunta o que quer, ouve o que não quer

“Sempre tive um questionamento sobre quantas injustiças sofremos, e essas, muitas vezes, sem motivo. Simplesmente aparecem de forma inusitada e não nos dão qualquer oportunidade de mostrar que não temos qualquer ligação com elas ou com as pessoas pelas quais nos chegam. São acusações, fofocas, um mal olhar; dá vontade de jogar tudo para o alto e cair fora, largar tudo o que conquistei e sumir para um lugar onde ninguém me conheça e começar uma vida nova. Mas não dá para olhar para trás, parar e muito menos jogar tudo para o alto. Pedir conselhos aos líderes da igreja, muitas vezes não cabe mais, pois sempre é a mesma coisa: 'Deus irá honrá-la, persevere , tenha fé', etc.

Mas, sempre vem um questionamento. Se já é casado e feliz, é fácil pedir a uma solteira de 30 anos para esperar em Deus a pessoa certa para casar. Se já se tem tudo o que quer, apesar das lutas, quando são dois, é muito mais fácil enfrentá-las. É isso que não entendo. Parece que todas as esposas e pastores repetem o mesmo refrão: 'Tenha paciência e seja fiel, Deus irá honrá-la.' Mas quando isso não acontece, não vejo nenhuma luz no final do túnel. O que fazer? Como já havia escrito acima, é fácil pedir para esperar se você já tem o que o próximo espera. (Minha opinião)
P.S: Continuo confiando em Deus, mesmo sem respostas.”

Amiga,

Você quer ouvir o que, então? Que você deve largar a sua fé? Sinceramente, eu não sei de nenhuma outra alternativa para uma mulher de Deus solteira aos 30 anos a não ser que ela faça a sua parte em confiar e usar a sua fé. Agora, se você tem outra alternativa, fique à vontade em nos revelar. Pelo que você escreve acima, embora termine com um ‘continuo confiando em Deus’, você me parece uma pessoa muito frustrada, que vive pensando em desistir da fé. Se a sua vida sentimental é mais importante que a sua fé, então, realmente, vai continuar nessa frustração.

Para quem coloca Deus em primeiro lugar, aconteça o que acontecer, demore o tempo que demorar, ela nunca, jamais pensa em desistir dEle por causa de bênção ainda não conquistada.
Ou você pensa que nós, pastores e esposas, não temos bênçãos ainda não conquistadas? Você já ouviu falar do meu irmão? Do meu próprio filho? E aí? Vou desistir da minha fé, da Obra de Deus, por causa de ‘picuinhas’ que ainda não aconteceram na minha vida? Não, não e não!!!! Qualquer bênção é picuinha quando comparada à minha salvação.

Na fé,
Cristiane Cardoso.


Nada a Perder 3
Palavra Amiga
Idiomas
Pesquise outros posts
Clique em curtir e seja um Fã no Facebook
Assine nossa newsletter!
Cadastre-se e receba diariamente todas as novidades do blog:
* obrigatório
Universal.org
Siga-me no Twitter
Canais Oficiais
Ganhe almas! Divulgue no seu site
 
O pão nosso para 365 dias
arcacenter.com.br
www.bispomacedo.com.br - © Copyright 2014 - Blog do Bispo Edir Macedo